Em que dia caiu o Sabbath na Batalha de Jericó?

Leia Josué 6:1-16. Israel marchou em torno de Jericó uma vez no primeiro dia, uma vez por dia do 2º ao 6º dia e sete vezes  no 7º dia. Todos os homens adultos e capazes israelitas estavam vestidos para a batalha.  Eles carregavam consigo todas as armas que estavam à disposição. Levaram para a batalha até mesmo a sagrada Arca da Aliança.

Aquela batalha realmente teve sete dias de duração. O que traz a pergunta: em qual dia foi o Sabbath?

Escolha a sua resposta:

a)  o primeiro dia (ou o 2º, 3º, 4º 5º ou 6º) era o Sabbath
b)  o 7º dia era o Sabbath
c)  Israel não marchou em torno de Jericó no Sabbath
d)  não importa qual dia era o Sabbath, Israel estava obedecendo ao Senhor ao marchar em torno de Jericó
e)  não há evidências suficientes para determinar qual dia foi o Sabbath

Todas as vezes em que perguntamos a alguém qual desses dia foi o Sabbath, a maior parte das pessoas ou responde “não sei” ou “o sétimo dia, é claro”. No entanto, será que o Senhor mandaria Israel desconsiderar um mandamento que Ele mesmo havia criado?

Deixemos dois pontos bastante claros, neste momento:

  1. A batalha de Jericó foi um evento de sete dias consecutivos.
  2. Não há qualquer evidência nas escrituras que o Senhor tenha mandado o Seu povo para uma batalha em um Sabbath.

Considere o seguinte: quando dias de trabalho, dias de lua nova e Sabbaths aparecem na mesma pessagem, é possível que esses dias ocupem simultaneamente o mesmo período de 24 horas, ou esses dias caem em três diferentes categorias?

As passagens abaixo mencionam os diferentes tipos de dia. As evidências bíblicas são de que há três categorias distintas de dias: dias de trabalho, dias de lua nova e Sabbaths. Os dias de trabalho são muito diferentes dos dias de lua nova e dos Sabbaths. Confira:

Assim diz o SENHOR Deus: A porta do átrio interior, que olha para o oriente, estará fechada durante os seis dias que são de trabalho; mas no Sabbath ela se abrirá e também no dia da  Lua Nova”. [Ezequiel 46:1]. O verso 3 diz que eles iriam adorar o Senhor nos dias de Lua Nova e Sabbath, mas não nos dias de trabalho.

Ezequiel 46:1 é o único lugar da Bíblia que menciona todos os três tipos de dia na mesma passagem, mas os textos seguintes claramente revelam que os dias de trabalho nunca coincidem com os dias de Lua Nova nem com os Sabbaths.

Segunda testemunha:
Depois que a mulher sunamita correu para o marido no campo (onde ele estava trabalhando) para pedir que ele lhe arranjasse uma jumenta e um servo para que ela pudesse ir ver o profeta Eliseu, o marido perguntou: “ Por que vais a ele hoje? Não é dia de Lua Nova nem Sabbath”. [2 Reis 4:23]. Não era comum ir ver um homem santo em um dia normal de trabalho.

Terceira testemunha:
Dias de trabalho futuros também serão observados como distintos dos dias de adoração: “E será que, de uma Lua Nova à outra e de um Sabbath a outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o SENHOR.”  Note que os dias de culto não serão os dias normais de trabalho.

Quarta testemunha:
Quando passará a Festa da Lua Nova, para vendermos os cereais? E o Sabbath, para abrirmos os celeiros de trigo, diminuindo o efa, e aumentando o siclo, e procedendo dolosamente com balanças enganadoras?” [Amós 8:5] Esses comerciantes estavam ansiosos pelos dias de trabalho, para poderem vender as suas mercadorias e enganar as pessoas em qualquer dos outros seis dias de trabalho.

O dia de Lua Nova não é nem um Sabbath nem um dia normal de trabalho. Um dia de trabalho/dia comercial não é um dia de culto. Os dias de culto e adoração são os Sabbaths e os dias de Lua Nova. Pondere sobre essa questão e veja que há três categorias distintas de dias no calendário do Senhor: os dias de Lua Nova, os dias de trabalho/comerciais e os Sabbaths. Esses dias não se sobrepõem.

Então em qual dos sete dias da batalha de Jericó foi o Sabbath? Com um calendário solar (como é o caso do moderno calendário gregoriano), Israel teria que ter marchado em torno da cidade pelo menos uma vez no sábado semanal. Note que uma coisa era eles se defenderem em um Shabbat, mas não há qualquer evidência nas escrituras que Israel alguma vez foi enviado pelo Senhor para a batalha, na ofensiva, em dia de Sabbath.

Qual dia foi o Sabbath na Batalha de Josué? A resposta pode ser encontrada  nas escrituras, mas se tudo o que você consegue aceitar é um calendário solar concebido na Idade das Trevas, não conseguirá enxergar. O calendário gregoriano foi criado em 1582 por um astrônomo jesuíta e o Papa Gregório XIII. O calendário juliano continha uma imprecisão de 11 minutos e 14 segundos por ano. Dezesseis séculos depois, o calendário estava defasado em com 10 dias. Aí veio o calendário gregoriano.

Observe que o calendário gregoriano inicia os dias à meia-noite e não como comandado nas escrituras (Gênesis 1). O calendário gregoriano inicia os anos no inverno (do hemisfério norte), não na primavera como instruído nas escrituras (Êxodo 12:1-14). Ainda, o calendário juliano e o seu sucessor, o gregoriano, removeram o dia de lua nova da determinação dos meses. Segundo a World Book Encyclopedia, Vol. 3, p. 28, “no ano de 46 B.C. Julius Caesar deu ordem aos Romanos para desconsiderar a lua no cálculo de seus calendários”.  Com isso, como podemos ter a certeza de que calendário pagão/papal Gregoriano tenha preservado o Sabbath semanal nos dias corretos?

Uma pista para esse dilema do Sabbath é encontrado no Livro de Jasher capítulo 88:14. Embora esse livro não seja parte do atual cânone bíblico, é mencionado duas vezes no Antigo Testamento: em Josué 10:13 e em 2 Samuel 1:18. O livro de Jasher é um relato histórico do povo do Senhor desde o Éden até Josué. Foi escrito na mesma época que uma parte do Antigo Testamento. Segundo o livro de Jasher, a batalha de Jericó começou no primeiro dia do segundo mês hebreu. O mês, nas escrituras, é conforme o quadro apresentado a seguir. Depois do dia da Lua Nova (o primeiro dia do mês), há seis dias de trabalho (2-7), seguidos pelo Sabbath (dia 8 ) e assim por diante.

1 Lua Nova
2 3 4 5 6 7 8 Sabbath
9 10 11 12 13 14 15 Sabbath
16 17 18 19 20 21 22 Sabbath
23 24 25 26 27 28 29 Sabbath

Nas escrituras, todos os Sabbaths semanais cuja dia do mês é identificado caem sempre no 8º, 15º, 22º ou 29º dia do mês. Do mês do Criador, que é lunar. O oitavo dia do mês de fato é o sétimo dia da semana, assim como são o 15º, o 22º e o 29º dia.

Josué 6 diz que Israel marchou ao redor de Jericó uma vez no primeiro dia, mas não diz o primeiro dia de quê. O livro de Jasher preenche a lacuna: o primeiro dia do segundo mês. Dado que os organizadores do atual cânone da Bíblia criam que o livro de Jasher era uma relato histórico acurado, não temos nenhuma  razão para duvidar, exceto se Jasher contradisser as escrituras.

Resposta: “c”.  Os filhos de Israel não marcharam em torno de Jericó em um Sabbath porque eles observavam o calendário do Criador, e não um calendário pagão/papal inventado séculos depois e que desconsiderava a função da Lua para a determinação de meses e dos Sabbaths. Em Josué 6, os israelitas não violaram nenhum Sabbath mesmo tendo marchado em torno de Jericó durante sete dias consecutivos.

O boi conhece o seu possuidor, e o jumento, o dono da sua manjedoura; mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende.” [Isaías 1:3]

Fonte:
Traduzido e adaptado de  http://www.creationcalendar.com/CalendarIssue/63-JoshuasJericho.pdf

Anúncios

Deixe o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s